Casa Lambert resgata a memória dos italianos

Santa Teresa é um pedacinho super charmoso do Espírito Santo, o visitante acaba se encantando pelos detalhes da cidade, uma agricultura forte e uma cultura apaixonante.

O município foi o primeiro a receber os imigrantes italianos no Brasil, isso foi no ano de 1874. Para não deixar essa história morrer, pela cidade estão os casarões, as pessoas falam como alguns imigrantes, também não falta comida para lembrar daquele tempo com os diversos pratos típicos e tem muito da cultura italiana. Dentre tantas relíquias está a Casa Lambret que foi uma das primeiras construções no município, tombada pelo Patrimônio Histórico Estadual, o lugar guarda memórias e objetos dos antigos moradores.

Mais do que os objetos que estão pelos dois andares do imóvel, lembranças de um povo que viveu naquele lugar, quem não viveu sempre ouviu falar e do mesmo jeito, também se apaixonou com as histórias. Atualmente, o guardião da casa é o Célio Perine, ele faz um trabalho voluntário e recebe aos fins de semana e feriados, os visitantes na Casa Lambert. Pelo brilho no olhar, dá para ter certeza que Célio quando apresenta o lugar, mostra um pouco de sua vida e também aprende cada vez mais sobre seus antepassados.

Casa Lambert
Casa Lambert
Casa Lambert
Casa Lambert - Interior

“Estou aqui por amor, para que nossa cultura permaneça e não se perca, porque um povo sem história é um povo sem sentido. Quando venho trabalhar pela manhã fico feliz porque cada pedacinho dessa casa é muito gratificante. Cada turista que entra aqui, falo um pouco da minha cultura e minha história, mesmo com minhas limitações, é uma honra”, explica Célio.

A fachada é uma casa de dois andares feita em estuque, o imóvel conta ainda com um jardim de frente, nos fundos também tem jardim e uma árvore que parece desenhar o lugar, sem contar que tem também um espaço onde funcionava uma oficina italiana. É um típico Museu Italiano, fotos históricas estão pela parede, inclusive a árvore genealógica da família Lambert, peças que foram resgatadas de herdeiros que notaram a importância de ver esses objetos como uma recordação coletiva.

Curiosidades da família foram construídas depois de muita pesquisa, um exemplo foi o tear encontrado. De acordo com os pesquisadores, o patriarca da família tentou produzir tecidos já que tinha um bicho da seda. Mas essa empreitada não deu muito certo e ele teve que desistir. Tentar fazer e muitas vezes não conseguir, são marcas de pessoas que desbravaram o Espírito Santo e foram adaptando a própria cultura aos desafios encontrados pelo caminho.

O guardião da casa - Célio Perine
Casa Lambert - Interior
Casa Lambert - Interior
História da Casa

Construída em 1875, pelos irmãos imigrantes italianos Antônio e Virgílio Lambert, foi uma das primeiras construções do Município. É tombada como Patrimônio Histórico Estadual desde 1985. Atualmente, funciona como Casa de Memória, contando a história da Família Lambert e da imigração italiana no Município. Construção em estuque, também conhecido como tabique, taipa ou pau-a-pique. Em frente à residência foi edificada a Capela de Nossa Senhora da Conceição, em 1899, que abriga em seu interior uma imagem da santa esculpida em madeira por Antônio Lambert.

Não deixe de visitar:
Endereço: Rua: São Lourenço, S/N
Bairro: Bairro Sao Lourenço, Santa Teresa
Contato: (27) 3259-2357
Funciona sextas, sábados, domingos e feriados de 08h às 11h e 12h30 às 15h30

Confira mais fotos:

Capela
Capela - interior

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.