Pesquisar
prefeitura de Campos

Reciclar na Rede lança projeto “Lagoar é Cuidar” em Lagoa de Cima

Compartilhe:

Na próxima terça-feira (28), o Programa Reciclar na Rede vai dar início ao projeto “Lagoar é Cuidar”, no balneário de Lagoa de Cima, às 9h. O objetivo é conscientizar os moradores quanto aos cuidados com o espaço, evitando jogar lixo, utilizar transporte clandestino nas margens da lagoa e ainda não despejar óleo de cozinha no solo. Para a realização do trabalho, foram convidadas cinco unidades escolares que estão situadas próximas ao local: Escolas Municipais Conceição do Imbé, Ponta da Palha, Salvador Benzi, Fazenda Aleluia e Professora Ângela Maria do Amaral Carvalho.

A ideia partiu da primeira-dama Tassiana Oliveira. A coordenadora de Ciências da Natureza e Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), Ísis Vivório, explicou que durante o trabalho serão realizadas oficinas de muda e de mini-arborizadores. Serão plantadas cinco espécies de árvores nativas, dando início ao processo de reflorestamento da área e serão feitas trocas de óleo utilizado por sabão reciclado.

Tudo isso, através de um circuito de atividades ambientais para que a população possa se conscientizar sobre a necessidade de cuidar do local onde vivem e se sintam pertencentes. O projeto vai ser desenvolvido através de parcerias com a concessionária Águas do Paraíba e secretarias de Serviços Públicos, Meio Ambiente, Desenvolvimento Humano e Social e Turismo, além da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima.

“Pensamos em Lagoa de Cima por causa da quantidade de resíduos e lixos despejados em suas margens. É importante que as crianças entendam que não devem jogar lixo na natureza e que o circuito hídrico costura a cidade. Muitos desconhecem que a Lagoa de Cima começa desde o Parque do Desengano, que essa água é corrente e vai para o Rio Ururaí, deságua na Lagoa Feia, no Canal das Flechas e, consequentemente, no mar. Tudo que a gente faz em qualquer pedacinho gera consequências”, explicou.

Ela acrescentou que esse não é apenas um local de banho, turismo ou curtição. É um local que traz equilíbrio para o ecossistema. “Então é o poder público junto com a comunidade onde cada um vai fazer sua parte. E a Educação Ambiental entra nesse processo, facilitando esse trabalho e estimulando essa mudança de mentalidade, porque as consequências são futuras, mas as transformações que a gente deseja no nosso planeta começam com nossas ações hoje”, informou Ísis.

O projeto Reciclar na Rede está presente em 23 escolas municipais. O objetivo é promover a educação ambiental através da coleta seletiva, com foco na responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos; promover a inclusão social através da reciclagem; e maior conscientização dos alunos referentes à limpeza pública e a destinação correta dos resíduos gerados nas escolas, nas residências e nas vias públicas.

Fonte: Prefeitura de Campos
Siga o Rota
Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *