Observação de pássaros cresce no país e ganha eventos voltados ao ecoturismo

“Neste fim de semana acontece o Vem Passarinhar na Região dos Lagos do Rio”

Imagens: divulgação do Inea

O que para muitos foi uma espécie de fuga nesta pandemia, a observação de pássaros tem se tornado uma alternativa de ecoturismo cada vez maior no Brasil. A cada dia surgem mais eventos dedicados à modalidade, como o que está previsto para os dias 2 e 3 de abril, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

O birdwatcher é o nome da técnica de prestar atenção nas aves ou admirar o canto delas. Dados do Avistar Brasil, maior evento do setor, apontam que mais de 100 mil pessoas realizam a prática atualmente, sendo que há três anos havia o registro de apenas 35 mil interessados.

Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), indicou que a observação de vida silvestre ficou em terceiro lugar entre as atividades na natureza mais buscadas pelos turistas.

O evento marcado para a Região dos Lagos é, segundo o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), a retomada das atividades do programa Vem Passarinhar RJ, quase dois anos suspensos devido à pandemia.

A volta ocorrer no próximo sábado (2) no Parque Estadual da Costa do Sol. No dia seguinte (3), o passeio será na Área de Proteção Ambiental (APA) Estadual da Serra do Sapiatiba. As inscrições podem ser feitas até quinta-feira (31/3).

Diferentemente das outras edições, a ação contará com um número reduzido de vagas. “Para garantir a segurança e a qualidade do evento, nesta edição vamos abrir inscrições para 10 vagas”, explica João Rafael Marins, servidor da Diretoria de Biodiversidade, Áreas Protegidas e Ecossistemas do Inea.

Os interessados devem se inscrever por meio do email vempassarinharrj.inea@gmail.com, além de enviar seu comprovante de vacinação.

Pioneiro no Brasil

Criado em 2015, o programa Vem Passarinhar RJ é pioneiro no Brasil e tem como objetivo o estímulo à observação de aves nos territórios das unidades de conservação administradas pelo Inea.

Além de possibilitar a conscientização e a educação ambiental dos participantes, o evento é também uma forma de promover as atividades dos parques e das áreas de proteção ambiental.

“O Vem Passarinhar RJ é um programa muito especial para a Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade e para o Inea. Um dos motivos para o grande sucesso do evento é o fato de que alia-se, de forma admirável, a ciência, a educação e o turismo em uma só atividade” afirmou Thiago Pampolha, secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade.

Nesta edição, mais de 180 espécies de aves poderão ser observadas nas duas unidades de conservação estaduais, entre elas, o formigueiro-do-litoral ( Formicivora littoralis ), habitante das restingas da região.

Desde o lançamento, o Vem Passarinhar RJ já contou com 79 edições em 21 unidades de conservação ao redor do estado. Nesse período, o programa contou com mais de 1600 participantes, além de terem sido avistadas quase 600 espécies de fauna.

ANÚNCIO

PROGRAMAÇÃO

02/04 – SÁBADO
6h – Chegada e boas-vindas aos observadores
6h30 – Início das atividades de observação na Restinga da sede do Parque Estadual da Costa do Sol
6h30 a 12h – Atividade de observação de aves
12h – Encerramento das atividades de observação

PONTO DE ENCONTRO:
Rodovia General Alfredo Bruno Gomes Martins, n° 2520, Braga, Cabo Frio (Em frente à comunidade de Santo Antônio)


03/04 – DOMINGO
5h30 – Chegada e boas-vindas aos observadores
6h a12h – Início das atividades de observação na Serra de Sapiatiba
6h a 12h – Atividade de Observação de Aves
12h – Encerramento do evento

PONTO DE ENCONTRO:
Dudu Burguer (Rua Nicanor P. Santos, esquina com a Rua Vinte, Balneário das Conchas – São Pedro da Aldeira/RJ)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ANÚNCIOS