Livro sobre geologia de Campos é lançado no Centro de Educação Ambiental

Obra vai ser distribuída para as escolas da rede municipal de ensino. O livro foi produzido pela UFRJ

O livro “Os Super Feras, Uma Aventura pelo Projeto Geoparque Costões e Lagunas”, foi lançado no fim do mês de julho no Centro de Educação Ambiental Prata Tavares, que fica em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

O livro foi produzido pelo Projeto Geoparque Costões e Lagoas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e fala exclusivamente da geologia de Campos. Exemplares da obra serão direcionados à rede municipal de ensino.

O Geoparque vai distribuir os livros didáticos que, posteriormente, serão utilizados na preparação de gestores e professores municipais.

O secretário de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), Marcelo Feres, falou sobre a importância da obra. “Estamos num processo de construção interna, com mudanças de hábitos em relação ao meio ambiente e nosso município tem dado passos importantes nesse sentido, como é o caso do trabalho realizado pelo Programa Municipal de Educação Ambiental (Promea). Campos é um município com grande extensão territorial, são 4 mil km² e faz-se necessário cuidar de tudo isso, dessa natureza ampla. Por isso, a necessidade de conscientizar nossos alunos, pois eles vão levar os conhecimentos para casa, para os amigos e ampliar esses ensinamentos para toda a comunidade”, explicou o secretário.

O secretário de Planejamento Urbano, Mobilidade e Meio Ambiente, Cláudio Valadares, reforçou a ideia e falou sobre a parceria com a Seduct. “Essa aliança é muito importante porque estamos aumentando a demanda do conhecimento e ampliando as informações nas escolas. As crianças são muito importantes nesse processo de transformação”, disse Valadares.

ANÚNCIO

O subsecretário de Meio Ambiente, René Justen, também falou da importância do livro. “Esse livro é de suma importância porque mostra, exclusivamente, a geologia do município, valorizando nossos elementos geológicos. O Centro Ambiental foi criado em 2003, ganhou essa sede um ano depois, e essa parceria firmada com a Seduct e demais secretarias tem sido muito importante para disseminar a conscientização ambiental”, afirma René.

A coordenadora de Ciências da Natureza e Educação Ambiental da Seduct, Ísis Vivório, pontuou a necessidade de a população conhecer seu próprio ecossistema.

“A gente tem a chance de mudar a mentalidade da comunidade a partir do momento em que ela conhece o ambiente que a cerca. Farol de São Thomé tem um ecossistema importantíssimo e a maioria da população desconhece. Por isso que o trabalho de conscientização ambiental junto às crianças é importante, porque elas ajudam a proteger a natureza e disseminar o conhecimento”, finaliza Ísis.


Fonte: Secom Campos

ANÚNCIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ANÚNCIOS