Livro sobre as RPPNs do Espírito Santo será lançado em Guaçuí e Cachoeiro

Com imagens inéditas do fotógrafo Silvestre Silva, a obra traz informações sobre áreas de preservação visitadas durante expedição

O Sul Capixaba será um dos destinos do lançamento do livro “Cultura e Natureza, RPPNs do Espírito Santo”, começando por Guaçuí já nesta quarta-feira (1º). Em comemoração ao mês do Meio Ambiente, o Teatro Municipal Fernando Torres abre as portas, às 18h30, para o evento. No dia seguinte, é a vez do município de Cachoeiro de Itapemirim receber a programação. (Confira o cronograma no fim da reportagem)

Lançado pela editora Bela Vista Cultural, em parceria com a Associação Capixaba do Patrimônio Natural (ACPN), o livro, com 160 páginas, é o resultado prático de uma expedição realizada em 2021 pela equipe da editora e da ACPN, com a participação do fotógrafo Silvestre Silva, experiente na área de botânica, que visitou 19 municípios capixabas, registrando imagens inéditas e colhendo informações sobre 36 Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) incluídas na obra.

Além de trazer informações, fatos curiosos, histórias de vida e dados sobre a fauna e a flora presentes nestas reservas, o livro também aborda o contexto em que foram criadas e as características humanas, históricas e culturais dos municípios e diferentes regiões capixabas onde estão presentes.

“O trabalho de campo foi muito gratificante. Primeiro pela beleza das paisagens, com suas montanhas, matas, praias e rios. Segundo pelo lado humano – os donos das RPPNs nos atenderam com uma hospitalidade difícil de esquecer. O nosso desafio foi o de retribuir esse carinho e mostrar toda essa riqueza ao leitor”, afirma Sérgio Simões, coordenador editorial da Bela Vista Cultural e membro da equipe de campo.

A Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) é uma unidade de conservação privada onde o proprietário, voluntariamente, decide proteger uma determinada área em caráter perpétuo. Tal iniciativa contribui para o meio ambiente e permite a realização de ações derivadas, relacionadas à educação ambiental, à pesquisa e ao turismo sustentável, apresentando ao cidadão a importância da conservação da biodiversidade.

Hoje, o Brasil possui mais de 1.600 Reservas Particulares, que representam cerca de 900 mil hectares de áreas protegidas, em todos os biomas do País. No Espírito Santo, onde Mata Atlântica já ocupou praticamente todo o estado, são 57 RPPNs reconhecidas, que abrigam remanescentes florestais resistentes ao povoamento, às plantações, às pastagens para a pecuária e ao desmatamento. Das 57 RPPNs capixabas, duas estão no município de Guaçuí.

O livro evidencia também o ecoturismo em Reservas Particulares, como nos municípios de Vargem Alta, Santa Teresa, Santa Leopoldina, Piúma, Muniz Freire e Marechal Floriano, entre outros. Amante da fotografia e um dos proprietários da RPPN Macaco Barbado em Santa Teresa, o sociólogo Walder Marianno acompanhou de perto a expedição na sua área e destaca a importância do livro.

“Os RPPNistas visitados participaram das respectivas expedições em suas reservas. O livro é importantíssimo por ser uma fonte técnica de informações com a divulgação das unidades de conservação privadas. É também um material instrucional para as escolas e de divulgação entre futuros RPPNistas”, comentou Walder.

ANÚNCIO

Escolas capixabas serão visitadas

A obra, segundo a editora e a ACPN, faz parte de uma ação mais ampla, realizada por meio da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da iniciativa privada, que visa promover a doação de exemplares do livro para escolas públicas e entidades parceiras para disseminar a mensagem preservacionista da proposta.

A segunda etapa do projeto ocorrerá no início de junho, quando a equipe voltará a percorrer diferentes municípios capixabas e desta vez visitar mais de 80 escolas e entidades que participarão das ações de divulgação da iniciativa cultural.

Escolas públicas de Guaçuí e de outros municípios da região do Caparaó receberão a doação de exemplares para compor o acervo de suas bibliotecas, assim como entidades parceiras e proprietários das RPPNs. O objetivo, segundo os organizadores, é disseminar a mensagem preservacionista da proposta.

Exposição fotográfica digital

Além de ser formado pela obra editorial, o projeto “Cultura e Natureza – RPPNs do Espírito Santo”, conta com uma exposição fotográfica digital e apresentações culturais.

Saiba mais detalhes acessando o site: https://www.rppnsdoes.com.br/

Cronograma de lançamento em seis municípios polo:

Guaçuí (01/06)
Local: Teatro Fernando Torres, às 18h
https://goo.gl/maps/DB3e5HA97KbfCk2G7

Cachoeiro de Itapemirim (02/06)
Local: Auditório da Selita, às 14h;
https://g.page/selitalaticinios?share

Afonso Claudio (04/06)
Local: Praça Aderbal Galvão, às 13h;
https://g.page/RECONECT?share

Linhares (07/06)
Local: Praça 22 de Agosto, Centro Cultural Nice Avanza, às 18h;
https://goo.gl/maps/npAex9PSBTkRb8gz9

Santa Teresa (08/06)
Local: RPPN Macaco Barbado, 09h;
https://goo.gl/maps/th1j5oRiLG1Guo3f8

Domingos Martins (10/06)
Local: Auditório da Biblioteca Pública – Centro, 8h;
https://goo.gl/maps/dNraK7rLiNJXGs5d7

*Os interessados em adquirir os livros podem fazer isto durante os lançamentos ou por meio da loja no site da editora por R$ 50:
https://www.belavistacultural.com.br/

Leia o QR Code
Leia o QR Code

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ANÚNCIOS