Pesquisar

Animais silvestres são resgatados de forma responsável no Heliporto Farol de São Tomé

Colaboradores passam por treinamentos específicos para causar o mínimo de estresse possível aos animais durante as capturas

Compartilhe:

O Heliporto Farol de São Tomé, em Campos dos Goytacazes, operado pela Infra Operações Aeroportuárias, destaca-se não apenas como um local estratégico para pousos e decolagens, mas também como um ambiente de preservação da fauna silvestre. Ao longo do ano de 2023, 25 animais foram resgatados e abrigados temporariamente no local, que atua em parceria com o Instituto Estadual do Ambiente (INEA). A equipe do heliporto passa regularmente por treinamentos específicos para a captura correta dos bichos.
São encontradas diversas espécies animais, como cobras, gambás, corujas, tatus e cachorros-do-mato. As cobras são as mais comuns. E um caso recente que chamou atenção foi a inusitada aparição de uma família completa de gambás, um casal acompanhado por cinco filhotes.

“O Heliporto Farol de São Tomé é um exemplo de como o respeito à vida selvagem pode coexistir harmoniosamente com as atividades humanas, contribuindo para a preservação da biodiversidade regional. Nossos colaborados são treinados para capturar os animais que aparecem no local, visando causar o mínimo de estresse possível nesse processo. São empregados equipamentos apropriados para realizar a ação”, destaca o superintendente do Heliporto, Rosimar Tavares.

Todos os animais resgatados são encaminhados para a sede do Parque Estadual da Lagoa do Açu (Pelag), onde os animais recebem todos os cuidados necessários antes de serem devolvidos a seu habitat natural. É um trabalho em conjunto que prioriza a vida animal da região.

“A parceria entre o Heliporto Farol de São Tomé e o INEA, embora ainda esteja em processo de formalização, é fundamental. Após o resgate, o estado de saúde dos animais é criteriosamente avaliado pelos funcionários do Pelag, os que estiverem saudáveis têm o privilégio de retornar à natureza, fortalecendo o equilíbrio ecológico”, conclui Tavares.
Sobre a Infra Operações Aeroportuárias

A Infra Operações Aeroportuárias Campos dos Goytacazes S.A., concessionária de serviço público especializada em administração e operação de terminais aeroportuários, assumiu, em 2019, a concessão por 30 anos do Aeroporto Bartolomeu Lisandro, em Campos dos Goytacazes (RJ). As instalações do aeroporto estão prontas para atender às demandas da aviação comercial, executiva e offshore, fomentando o desenvolvimento de Campos e da região norte fluminense, com localização estratégica e excelente infraestrutura.

Fonte: GBR Comunicação
Siga o Rota
Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *