Venda Nova tem coleta seletiva

Destinação de resíduo é um problema mundial, as formas erradas causam prejuízos e só piora a situação ambiental, por isso, a importância de políticas públicas que coordenem a coleta seletiva nos municípios. Em Venda Nova do Imigrante, na região Serrana Sul do Espírito Santo, a coleta é programada e atende até distritos. Uma maneira também de evitar problemas em estruturas nas ruas, como poluição dos rios e o entupimento de galerias, que acarreta problemas de saneamento, infraestrutura, enchentes e saúde pública.

A orientação aos moradores é que o lixo comum seja colocado em sacolas plásticas e depositados na calçada em frente à residência, importante é colocar próximo ao horário que o caminhão passa, para evitar sujeira nas ruas e a não coleta, no caso de ser depois do horário. Existe até uma rota para que cada localidade receba o serviço.

Já a coleta seletiva é um serviço recente e está sendo ampliado dia a dia. A ideia é recolher apenas materias que podem ser reciclados, para evitar o desperdício e uma forma de gerar emprego e renda. Para participar o bairro ou distrito, precisa ser atendido por este serviço. A separação dos materiais ocorre dentro de casa, separando o lixo seco do lixo úmido. A destinação é feita através do caminhão da coleta seletiva que passa em dias e horários específicos.

E ainda tem outro tipo de coleta que tem sido feita em Venda Nova do Imigrante, daqueles materiais muitas vezes chamados de “entulhos”. A Coleta Programada é um serviço fornecido pela Prefeitura, onde o cidadão agenda um serviço de coleta junto a Secretaria de Meio Ambiente. Nesse serviço é feita a coleta de mobílias inservíveis, sofás, resíduos verdes (resto de podas) e outros. Os resíduos de construção civil não são recolhidos, pois são responsabilidade do gerador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.