Vem Passarinhar RJ registra 38 espécies

“Entre as aves observadas, quatro são endêmicas da Mata Atlântica”

tachuri-campainha-Hemmitriccus-nidipendulus-Joao-Rafael-Marins
choca-de-sooretama-Thamnophilus-ambiguus

Na primeira edição de 2022 do Programa Vem Passarinhar RJ, que aconteceu na Região dos Lagos, os amantes da observação de pássaros conseguiram registrar 38 espécies. O evento organizado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) aconteceu na Área de Proteção Ambiental (APA) da Serra de Sapiatiba, que abrange os municípios de São Pedro da Aldeia e Iguaba Grande.

A iniciativa tem como objetivo inspirar e unir interessados em proteger e desfrutar da observação de aves em unidades de conservação, estimulando o contato com a natureza e a vida saudável.

ANÚNCIO

As aves foram observadas no Morro da Torre, com destaque para o rabo-branco-mirim (Phaethornis idaliae), a choca-de-sooretama (Thamnophilus ambiguus), o tiririzinho-do-mato (Hemitriccus orbitatus) e o tachuri-campainha (Hemitriccus nidipendulus), espécies endêmicas da Mata Atlântica.

A princípio, a programação ocorreria também no fim de semana passado no Parque Estadual da Costa do Sol, que abrange municípios da Região dos Lagos. Contudo a atividade foi suspensa por conta da forte incidência de chuvas.

A lista de todas as espécies observadas pode ser visualizada no link abaixo:

https://www.taxeus.com.br/lista/16938

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ANÚNCIOS