Pesquisar

Reciclar na Rede recolheu mais de 27 mil containers de lixo reciclável

Projeto promove a educação ambiental por meio da coleta seletiva, com foco na responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos

Com 27.350 containers de lixo reciclável recolhidos este ano, mais de 15 mil alunos beneficiado e 23 escolas municipais envolvidas, o projeto Reciclar na Rede, em Campos dos Goytacazes, no interior do Rio de Janeiro, encerrou as atividades de 2022 na última semana na Escola Municipal Sagrada Família. O objetivo do projeto, que teve início dia 13 de maio, é promover a educação ambiental através da coleta seletiva, com foco na responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos; promover a inclusão social através da reciclagem; e maior conscientização dos alunos referentes à limpeza pública e a destinação correta dos resíduos gerados nas escolas, nas residências e nas vias públicas.

Entre as escolas municipais envolvidas no projeto, a Sagrada Família coletou 1300 garrafas Pet durante uma gincana com alunos de quatro turmas do 5º ano do Ensino Fundamental. Mãe de uma aluna da escola, Maria Aparecida Magno, aprovou a iniciativa. Ela explica que através do projeto a menina ganhou mais consciência ambiental.

ANÚNCIO

“A experiência que tive com minha filha através do projeto foi uma maior conscientização no descarte do nosso lixo doméstico, onde ela agora já identifica e separa os lixos por sua classificação. Assim, acredito que o projeto é fundamental para criar novos hábitos e um olhar mais consciente para aquilo que descartamos,” acredita Maria.

A coordenadora de Ciências da Natureza e Educação Ambiental da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), e coordenadora do projeto, Ísis Vivório, explicou que o projeto engloba várias disciplinas.

“Todas as áreas do conhecimento estão sendo trabalhadas de acordo com a Base Nacional Comum Curricular: Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Arte e Educação Física. Promovemos oficinas, palestras, gincanas, dinâmicas, alternando entre atividades virtuais e presenciais. Os alunos puderam entender exatamente o caminho que percorre o lixo e conhecer todo o processo de descarte e reciclagem”, explicou Ísis.

ANÚNCIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANÚNCIOS