Pesquisar

Projeto busca estratégias para implementar turismo na região

Uenf valoriza acervo turístico do Norte Fluminense, que ainda é pouco conhecido

O turismo pode ser um forte componente do desenvolvimento socioeconômico de uma determinada região. Mas, para que isto ocorra, é necessário dar visibilidade às potencialidades turísticas de cada local. O acervo turístico do Norte Fluminense ainda é pouco conhecido, mas, para mudar esta situação, foi criado o projeto de extensão da UENF “Realizar estratégias para a implementação do turismo geológico, rural e histórico-cultural na Região Norte Fluminense”.

Coordenado pela professora Maria da Glória Alves, do Laboratório de Engenharia Civil do Centro de Ciência e Tecnologia da UENF (LECIV/CCT), o projeto foi apresentado em junho no Fórum Regional de Turismo Fluminense, promovido pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ) e a Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro (TurisRio).

O projeto busca chamar a atenção para o grande potencial turístico da região Norte Fluminense e gerar novas atividades turísticas como fonte de emprego e renda. Para tanto, foi criado um site de turismo, que já dispõe de informações sobre os municípios de Campos dos Goytacazes, São João da Barra e São Fidélis, distribuídas em uma plataforma moderna e funcional. Conheça Caminhos Turísticos Fluminense

ANÚNCIO

Também foram criadas páginas no Instagram e Facebook, registrando, segundo a professora, uma ótima aceitação do público.

“Além das informações das belezas naturais da região Norte Fluminense, a equipe traz acontecimentos históricos dos municípios, eventos, festas”, afirma Maria da Glória.

O projeto realiza trabalho de campo, analisando possíveis roteiros turísticos e as necessidades de cada trajeto, acessos, grau de dificuldade, tempo de duração, acessibilidade, infraestrutura para receber o turista etc. Diversos roteiros turísticos já foram elaborados, como: Praça São Salvador, Farol de São Tome, Morro do Itaoca, São Francisco do Itabapoana, São João da Barra, entre outros.

“Um dos roteiros turísticos que mais se destacou foi o da Praça São Salvador, com uma paisagem que foi construída com o passar dos séculos e marcada no tempo e no espaço”, diz Maria da Glória.

Outro roteiro que desperta interesse do público é o do Morro do Itaoca. “Trata-se de uma área de lazer próxima ao centro urbano de Campos dos Goytacazes, que oferece várias modalidades de atividades físicas e uma bela vista da cidade. Além de ser nomeado como um ponto de interesse turístico estadual devido à sua pista de voo livre”, ressalta.

Segundo Maria da Glória, há vários roteiros turísticos possíveis na região. Uma opção bastante aprazível é margear o Rio Paraíba do Sul até o Mangue de Gargaú, em São Francisco de Itabapoana, por exemplo, ou ainda até chegar à Ilha da Convivência, em São João da Barra. Outros roteiros interessantes abrangem a Lagoa de Cima, as Cachoeiras do Imbé e a Baixada Campista, entre outros.

“Também é possível elaborar roteiros histórico-culturais ou religiosos, visitando os solares e igrejas da região”, afirma a professora, lembrando que coube ao projeto a criação de um roteiro turístico em comemoração do aniversário do Parque Estadual Lagoa do Açu (PELAG), este ano.

“Esperamos que a disseminação do turismo no Norte Fluminense torne possível o reconhecimento, tanto local quanto regional, dos bens turísticos da região, assim como uma maior sensibilidade para o setor e suas atividades, fazendo dos municípios da região destinos turísticos nacionais”, afirma.

Fonte: Ascom Uenf

ANÚNCIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANÚNCIOS