Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Descarte de eletrônicos é fundamental para fazer a economia circular

Onde destino meus equipamentos eletrônicos que não funcionam mais? Essa pergunta martela a cabeça da gente quando o celular dá defeito, o computador não tem mais jeito, ou mesmo, o ventilador não liga mais. Infelizmente a reciclagem desse tipo de material não é suficiente para redução de impactos ambientais, não só em países como o Brasil, mas também os de tecnologia mais avançada.

Uma matéria recente divulgada pela BBC Future Planet, mostrou que o mundo produziu cerca de 45 milhões de toneladas de lixo eletrônico em 2016, quando consumidores e empresas jogaram fora smartphones, computadores e eletrodomésticos avaliados em US$ 62,5 bilhões. E apenas 20% de todo esse equipamento é reciclado de maneira adequada.

Os pesquisadores estimam que na Europa a situação é ainda mais grave, algo entre 12% e 15% dos telefones celulares são reciclados de forma apropriada, apesar de cerca de 90% da população possuir um. A previsão é de que o lixo eletrônico, que muitas vezes é enviado ilegalmente do Ocidente para enormes aterros tóxicos em países como Filipinas, Gana, Nigéria e China, deve chegar a mais de 52 milhões de toneladas até o fim de 2021 — e dobrar de volume até 2050, se tornando o tipo de lixo doméstico que mais cresce no mundo.

Os impactos ambientais em todo esse ciclo de falta de consciência ambiental são desastrosos, vai desde emissões gigantescas de carbono à contaminação de fontes de água e de cadeias de abastecimento de alimentos.Uma análise do Escritório Europeu de Meio Ambiente (EEB, na sigla em inglês), uma rede de organizações ambientais na Europa, concluiu que estender a vida útil de todas as máquinas de lavar, laptops, aspiradores de pó e smartphones na União Europeia em um ano economizaria quatro milhões de toneladas de dióxido de carbono anualmente até 2030, o equivalente a tirar dois milhões de carros de circulação das estradas todos os anos.

Onde descartar seu lixo em Campos dos Goytacazes?

A empresa Caparaó Reciclagem atua no ramo desde 2014, coleta materiais nas regiões Norte e Noroeste do Rio de Janeiro, mas também em alguns municípios do Espírito Santo. Ela fica situada na Avenida Sílvio Bastos Tavares, 114, Parque Leopoldina, Campos dos Goytacazes, RJ. Mais informações nos telefones (22) 99900 4242 ou (22) 99945 2060. Encontre a empresa no email caparaoreciclagem@gmail.com

Fonte: BBC FUTURE PLANET

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *