Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Como descartar remédios vencidos?

Essa pergunta sempre fazemos quando vimos pilhas e pilhas de medicamentos dentro de casa, muitas vezes o tratamento acaba e ficam alguns comprimidos, a divulgação desse descarte correto pelas autoridades quase não existe. Uma lei obriga que farmácias e drogarias façam a política reversa, mas milhares de remédios ainda vão parar no meio ambiente todos os dias.

Como descartar remédios vencidos?

De acordo com Carlos Eduardo Faria Ferreira, Coordenador do Curso de Graduação em Farmácia da Faculdade de Medicina de Campos, a legislação sanitária principal referente ao gerenciamento de resíduos é a RDC 222 de Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Esta Resolução subdivide os resíduos em cinco grandes grupos, A, B, C D e E.

– Resíduos do grupo A compreenderem, por exemplo, resíduos anatômicos e placas de meio de cultura.

– Grupo B são resíduos químicos inclusive os medicamentos.
“Remédios descartados de forma errada podem contaminar o meio ambiente e causar intoxicação se ingeridos de forma acidental em lixões por exemplo.

– Resíduos do grupo C são os resíduos radioativos.

– Resíduos do grupo D são os resíduos comuns (os que geramos em nossas residências por exemplo).

– Resíduos do grupo E são os perfurocortantes, como agulhas usadas para aplicar medicamentos por exemplo. Do grupo tbm podem causar acidentes e contaminação para várias doenças como hepatite e HIV”, explica o Coordenador do Curso.

A rede Raia de farmácias de Campos tem feito o recolhimento e orientado ao público como fazer, dois recipientes grandes ficam na loja onde podem ser jogados medicamentos, bulas e caixas. As pessoas podem fazer o depósito no local, e a empresa se compromete em dar a destinação final seguindo a legislação. No site da farmácia ainda é feito um alerta:

“Em nossas lojas, você encontra recipientes para o descarte correto de medicamentos vencidos ou sem uso e suas embalagens. Você sabia que cada quilo de remédios jogados no lixo comum ou no esgoto contamina até 450 mil litros d’água? Contando com a ajuda de nossos clientes e dos nossos parceiros BHS e Bio Access, a iniciativa Descarte Consciente de Medicamentos impediu que 29 bilhões de litros d’água fossem poluídos em 2019”.

Como descartar remédios vencidos?
Como descartar remédios vencidos?
Lei obriga

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) estabelece como obrigatoriedade o correto descarte de medicamentos. No caso dos remédios, a chamada logística reversa funciona com as farmácias e drogarias aceitando medicamentos vencidos para encaminhá-los ao seu destino final sem risco de contaminação.

“Alguns municípios possuem postos de coleta em locais públicos. Outros recolhem estes medicamentos nas vigilâncias sanitárias municipais, mas infelizmente outros não oferecem este tipo de serviço e a população acaba descartando seus medicamentos no lixo comum”, explica Carlos Eduardo.

Riscos ao meio ambiente

Pesquisadores sabem que medicamentos diluídos em água podem interferir no metabolismo e no comportamento de organismos aquáticos. Há fármacos que são persistentes e se acumulam no meio ambiente, além dos riscos de doenças na população, os animais também podem consumir os remédios. Os antibióticos também são preocupantes, pois quando expostos ao meio ambiente, tornam as bactérias resistentes ao antibiótico em questão.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

One thought on “Como descartar remédios vencidos?

  • 24/02/2021 em 01:17
    Permalink

    Maravilha!!!
    Acho que realmente toda farmácia deveria ter um descarte deste, eu mesma tenho medo de colocar embalagens de medicamentos vencidos no lixo, mas até o momento por falta de opção acabo prejudicando o meio ambiente sem saber, visto que medicamentos líquidos abro e jogo no vaso, os comprimidos faço a mesma coisa, pois tenho medo de alguém pegar no lixão e realmente se prejudicar. Mas amei essa lei. Parabéns!!!

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *