Pesquisar
inea

Inea participa de ação conjunta contra crimes ambientais na Área de Preservação Ambiental do Sana

Compartilhe:

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea), por meio da Superintendência Regional de Macaé e de Rio das Ostras, participou de uma ação conjunta de fiscalização para coibir loteamentos irregulares na Área de Preservação Ambiental (APA) Municipal do Sana, distrito de Macaé, e em terrenos na zona rural. Além do instituto, a iniciativa reuniu ainda a Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade de Macaé (Semas) e o Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci/1ª Região).

– O trabalho conjunto é fundamental para que as diretrizes ambientais sejam seguidas. Nosso objetivo comum é garantir a proteção do nosso patrimônio ambiental. Quanto mais instituições envolvidas tivermos, melhor. Fortalecer as ações de fiscalização é uma prioridade desde que assumi a Secretaria do Ambiente e Sustentabilidade. E estas ações para coibir os crimes ambientais continuarão sendo realizadas – afirmou o secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Bernardo Rossi.

A ação teve início em áreas na Estrada da Boa Sorte e prosseguiu no entorno da Cachoeira do Peito do Pombo, passando, por fim, por propriedade próxima ao Portal do Sana. Nos locais, foram constatados movimentação de terra, supressão de vegetação, quebra de pedras e parcelamento ilegal do solo. As equipes entregaram três autos de notificação e fixaram outras duas no local.

– Ações como essa são bastantes necessárias, principalmente em regiões com novas construções. Assim, a união entre o Inea, o Creci e o município é fundamental para que não haja um crescimento desordenado daquele espaço tão importante para o nosso meio ambiente – pontuou o superintendente regional de Macaé das Ostras, Aristóteles Clinton Santos.

Denúncias de crimes ambientais em todo o estado do Rio de Janeiro podem ser feitas ao Linha Verde por meio dos telefones 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local) ou 2253-1177 (capital). No aplicativo para celular “Disque Denúncia Rio”, os usuários com sistema operacional Android ou iOS, podem denunciar anexando fotos e vídeos, com a garantia de anonimato.

Siga o Rota
Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *