Pesquisar
cachorro-chip

Cães e gatos agora podem ter microchip em Macaé

Compartilhe:

A Prefeitura de Macaé lançou nesta quarta-feira (19), na Unidade Básica de Saúde (UBS) Animal, no Parque de Exposições, no bairro São José do Barreto, o serviço de Microchipagem de Animais.

A primeira cadela microchipada foi Dona Moça, resgatada pela Secretaria de Proteção e Defesa do Animal.

“Essa é mais uma entrega efetiva para a causa animal do município. Com a criação da secretaria de Proteção Animal, o município passou a ter uma política pública com recursos destinados para esse fim. E temos outros projetos em discussão para implantar como para animais de grande porte”, destacou o prefeito Welberth Rezende.

A medida, que faz parte do programa Macaé Pet, oferecido pela Secretaria de Proteção e Defesa do Animal, permitirá a criação do Registro Geral de Animais do Município.

De acordo com a secretária de Proteção e Defesa do Animal, Cristiane Fagundes, a microchipagem ocorrerá para todos os animais que passarem por consultas na UBS Animal e pelas campanhas de vacinação.

“A microchipagem permitirá o desenvolvimento de políticas que visam garantir o conforto e a segurança dos animais”, expressou a secretária.

Cristiane explicou que os tutores interessados podem se cadastrar no endereço eletrônico animalltag.com.br/redeanimalltag para agilizar o processo.

Com a aquisição de 38 mil microchips, o Registro Geral de Animais, instituído pela Lei 3430/2010, permitirá o mapeamento dos animais do município.

O tutor Tony Márcio levou o Chow Chow Suega para microchipar e enalteceu a importância do procedimento. “Ele já sumiu e agora, se sumir, vou localizar rapidinho”, comemorou.

Laine Carvalho e Gabriela Damásio levaram Paçoca Regina, Zara Valéria, Dax José e Jade Maria para a implantação do microchip injetável subcutâneo. “O mais importante é a segurança caso eles fujam ou sejam roubados”, contou Laine. “Já tive cachorros que fugiram”, disse Gabriela.

Participam da solenidade de lançamento o vice-prefeito Célio Chapeta, o Subsecretário Municipal de Proteção Animal, José Alvitos, outros secretários e tutores que levaram seus pets para vacinar.

Registro Geral permitirá acesso aos dados do tutor

O registro geral quantificará os dados, como espécie, sexo e idade dos animais e fornecerá informações sobre sua situação atual, identificando se possuem tutores ou são comunitários. O sistema desenvolvido pela fabricante possibilita o acesso aos dados do tutor, caso um animal perdido seja encontrado, facilitando sua pronta devolução ao lar e diminuindo o numero de animais perdidos nas ruas.

A chipagem é um dos serviços oferecidos pelo programa Macaé Pet, que já inclui castrações gratuitas e consultas veterinárias.

Fonte: Peefeitura de Macaé
Siga o Rota
Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *