Pesquisar
Alok

Alok dá início aos festejos de São João passando por dez cidades em dez dias e R$1 milhão investido em projeto que leva água potável a várias localidades do Nordeste

Compartilhe:

Após cumprir uma extensa agenda de apresentações no continente asiático, Alok volta ao Brasil e dá início a maratona de dez shows em dez dias no São João, uma das épocas mais festivas e tradicionais do nordeste do país. A tour começa no dia 20 durante o maior São João do mundo, o de Campina Grande (Paraíba), onde se celebra os 160 anos da cidade e mais de 70 mil pessoas devem circular no evento. Depois segue para Maracanaú (Ceará), Maceió (Alagoas), Petrolina (Pernambuco), Caruaru (Pernambuco), Forquilha (Ceará), Mossoró (Rio Grande do Norte), Aracati (Ceará), Imperatriz (Maranhão) e termina em Eusébio (Ceará) no dia 30.

Sempre buscando unir entretenimento e ação social, Alok se sensibiliza com o dado alarmante de que mais de 30 milhões de pessoas ainda não têm acesso à água tratada e anuncia o projeto Água de Beber com investimentos de R$1 milhão para contribuir na distribuição de água potável em sete estados e 21 localidades da região nordeste. A benfeitoria se realiza através de duas parcerias do Instituto Alok: uma com a UNICEF e outra com Água Camelo (apoiada pela WAAW).

“Eu sonhava em ser pai. Hoje tenho dois filhos e saber que no meu país crianças ainda ficam doentes ou morrem por falta de água tratada é algo que comove e entristece. O Instituto Alok vai aportar pelo menos R$1 milhão em 2024 através de nosso projeto Água de Beber – Nordeste realizando parcerias com o UNICEF e a Água Camelo”, diz Alok.

A instalação de pontos comunitários de água potável ou captação, filtragem e tratamento da mesma acontece de forma simultânea aos shows de Alok no São João, ou seja, as cidades por onde o artista se apresenta são também beneficiadas com o projeto. Ao todo vão ser 40 escolas de seis cidades em Pernambuco e três na Bahia em doze comunidades indígenas a receber estrutura e capacitação de higienização sanitária (Maranhão e Sergipe tiveram pontos de lavagem de mão instalados em 2021). Além disso, redes de água tratada vão ser levadas a 12 cidades de seis estados (Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Norte, Paraíba, Piauí e Ceará).

Projeto

Água de Beber é uma iniciativa do Instituto Alok para apoiar ações que contribuam para o acesso à água potável, inicialmente na região Nordeste do Brasil.

As primeiras parcerias são com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e com a startup Água Camelo.

As ações serão desenvolvidas em comunidades vulneráveis de capitais e cidades do interior, em zonas rurais, aldeias indígenas e comunidades tradicionais de municípios da região Nordeste, nos estados da Paraíba, Piauí, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Norte, Ceará, Bahia e Maranhão.

Nosso objetivo é somar esforços com outros parceiros para apoiar avanços relacionados às metas do ODS 6 – Objetivo de Desenvolvimento Sustentável, que projeta avanços na área até 2030, no sentido de assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todas e todos, com especial atenção às necessidades de mulheres e meninas.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Siga o Rota
Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *